Autores
Adolfo Leitão Carvalho
Adolfo Leitão Carvalho

Pense. Enquanto pensa

Pense no nada. Não em nada, mas no nada.

E conforme pensa no nada

E no que está a pensar

Deixe-me dizer-lhe que sou

O Adolfo, pessoa, marido e pai.

Filho, irmão, tio, cunhado e genro,

De palavras parcas, contexto denso.

E quem é o Adolfo?

Sou eu.

Sou carne e osso,

feito de emoções e versos impensados,

Sentidos, rasgados, desconstruídos

Cansados.

De olhos bem abertos,

Fechados.

Escrevo o que não falo.

Falo escrevendo.

De formação tenho o papel a que chamam diploma

e da vida as cicatrizes

Cada uma que multiplica a soma

Da experiência que acontece.

Ainda está a pensar no nada e naquilo que pensa?

Acredito na Vida

E no que a cada segundo ela me ensina,

E à noite uso uma venda sobre os pensamentos,

De dia gaze sobre os momentos.

Enquanto isso pense e não pense. Pense no tudo.

Porque sou Adolfo e mais nada.

Copyright (C) 2017 Edições Vieira da Silva LDA. Todos os direitos reservados.

design by LAYOUT