Livro

Para situar os diferentes textos do presente livro há que referir o papel da Presença, publicação policopiada que teve o seu número inaugural em Zemba, nos idos de setenta e dois, cuja edição se mantém até aos dias de hoje, graças à infatigável vontade de alguns resistentes, e que funciona como elo de ligação dos sobreviventes do Batalhão espalhados pelo país e pela diáspora.
Ao sabor do acaso, os textos foram aparecendo sob a forma de colaboração por parte dos autores, ao longo dos anos. Chegou o momento de os coligir e de os levar a um público mais vasto.
Tratam-se de vivências de situações e de factos que perduraram na memória e que, sem dúvida, ilustram um quotidiano onde a guerra se tinha banalizado para aqueles jovens de então. São relatos de quem procurava, na mais sórdida rotina, momentos que lhes permitissem sobreviver com um mínimo de dignidade.
Aqui ficam, pois, para memória futura.
 
  
 

Copyright (C) 2017 Edições Vieira da Silva LDA. Todos os direitos reservados.