Livro

O velho poeta escrevia

O que lhe ia no coração

Escrevia o que sentia

Como se rezasse uma oração

 

Ninguém o compreendia

Só mesmo ele, ao escrever

Porque o que o poeta sentia

Só estava em seu poder

 

E assim o velho poeta

Mensagens ao mundo deixava

Apenas com a sua letra

De ele e de outros falava

AUTOR

Maria da Esperança da Silva Loureiro Santos, (Lia para família e amigos), nasceu em Montes, Alcobaça, no dia 29 de Janeiro de 1939. 

A infância e adolescência foram passadas nessa região, onde os pais eram agricultores, vivenciando o dia a dia de uma terra laboriosa, com os prazeres simples de uma aldeia típica no Portugal de então. 

Foi continuar os estudos tarde, já com 19 anos, e só após a morte da tia-avó de quem herdou o nome e de quem cuidava com desvelo.  

Concluído o 5º ano do liceu, frequentando o ensino entre Alcobaça e a Nazaré, e rumou até Lisboa, onde foi trabalhar na secretaria da Manutenção Militar. 

Casou, teve dois filhos, e em Lisboa permaneceu até à idade da reforma, retomando então às origens. 

Neste trajeto de vida sempre escreveu poesia, que de seguida rasgava por não lhe reconhecer mérito e por acanhamento em mostrá-la a outros. 

Só com a vinda dos netos, ao inventar versos e cantigas para os embalar, as pessoas se foram dando conta do seu potencial poético. 

 

Copyright (C) 2017 Edições Vieira da Silva LDA. Todos os direitos reservados.

design by LAYOUT