Livro

O desafio foi lançado pelo Papa Francisco por ocasião do encontro com os jornalistas no voo Manila-Roma: ainda não se fez uma profunda teologia da mulher na Igreja e é necessário fazê-la. Secundando os constantes apelos que Francisco tem lançado sobre a necessidade de escutar o pensamento da mulher na Igreja Católica, este livro identifica os sólidos fundamentos dessa teologia. Através de uma ampla documentação bibliográfica, a autora analisa os obstáculos culturais e ideológicos que tem obstaculizado a missão da mulher católica na Igreja e na sociedade, dado que a sua redescoberta é central nas actuais tensões entre vanguardas progressistas e gnosticismo conservador na Igreja Católica. Um caso particular destas tensões ocorre na Prelatura da Santa Cruz e Opus Dei. Sendo esta um apostolado do Papa, incrustado na hierarquia da Igreja, este livro toma como referência o lugar da mulher nesta instituição eclesiástica para ilustrar os avanços e recuos quanto ao protagonismo da mulher na viragem epocal que vivenciamos. No contexto da reforma litúrgica, bíblica e ecuménica da primeira metade do século XX, o sacerdote Josemaría Escrivá promoveu activamente a mulher e o diaconado feminino permanente. Avança na linha da Reforma a par de iminentes teólogos progressistas como Romano Guardini, Yves Congar, Hans Urs von Balthasar, Henri de Lubac, Jean Daniélou, Joseph Ratzinger, para de imediato recuar, no movimento pós-Vaticano II. Nesta obra identificam-se os obstáculos que aí se interpuseram, explica-se de que modo Francisco avança na reforma da Igreja – e, indirectamente, também da Prelatura – e abre amplas perspectivas à consolidação da identidade da mulher na Igreja, face ao feminismo radical e às ideologias de género.

 

 

30 de Janeiro de 2017

Eugénia Tomaz

Adicionar ao cesto:
12.00€
Livro
AUTOR

Eugénia Tomaz nasceu em Lisboa a 1 de Setembro de 1957. Conjuga na sua actividade profissional a fisioterapia (em apoio domiciliário), as artes plásticas, a escrita e o ensino.

Como pintora realizou várias exposições individuais e colectivas: em Galerias, Museu de Arte Sacra e Etnologia – Fátima, Faculdade de Letras de Lisboa, Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa, Convento dos Cardaes e II Salão Internacional de Artes Plásticas 2009 – São João da Madeira. Frequentou o Curso de Conservação e Restauro de Pintura no Instituto de Artes e Ofícios da Universidade Autónoma de Lisboa. Colaborou com a revista do Instituto de Artes e Ofícios da UAL, A Arte do Ofício.

No âmbito da literatura inicia a sua actividade como ensaísta no ano 2000. Conta com algumas publicações literárias: Arte Eterna – Uma Perspectiva transhistórica (Editora Rei dos Livros); A Moda e a Arte – Considerações para o Século XXI (Diel Editora); A Arte na Vida e nos Ensinamentos de Josemaría Escrivá (Editora Rei dos Livros); Ontologia da Imagem – Manual para o estudo da Teologia do Corpo (Editora Encontro da Escrita); Opus Dei Profundo – Desconstrução de um mito (Guerra & Paz Editores).

Na área da comunicação social, foi colaboradora do Jornal Diocesano de Lisboa Voz da Verdade, cerca de dois anos, e do Jornal da Santa Sé L’Osservatore Romano durante três anos, de 2010 a 2013. Neste último Jornal, destacam-se os seguintes artigos: sobre o encontro de Bento XVI com o mundo da cultura, em Lisboa; sobre o encontro do cardeal Gianfranco Ravasi com o mundo da cultura – no contexto do Átrio dos Gentios – em Guimarães; sobre Teologia do Corpo. Conta, ainda, com alguns artigos de opinião publicados na revista Grande Reportagem.

Tem realizado várias conferências com o objectivo de promover uma renovação de linguagens entre Ciência e Religião.

 

 

 

Subscreva para não perder as novidades
Copyright (C) 2017 Edições Vieira da Silva LDA. Todos os direitos reservados.

design by LAYOUT