Livro

 

A história do pecado está indissociavelmente ligada à história da própria humanidade e revela-se, de uma forma ou de outra, nos textos sagrados de todas as principais religiões. A doutrina cristã, por exemplo, é particularmente extrema e afirma, na sua conceção do pecado original, que na sua génese o homem é pecado.

Mas o que é o pecado afinal? Por definição é uma ação deliberada contra as leis divinas mas, ao longo dos tempos, foi usado pelos poderes instalados como uma forma de tentar controlar a sociedade e condicionar as suas ações. Muitas vezes com objetivos meritórios – quem se atreveria a questionar a bondade da lei supostamente divina que determina que o homem não deve matar outros homens? – mas que, com demasiada frequência, teve na prática efeitos absolutamente nefastos. 

N'O Livro de Todos os Pecados Alves dos Santos regressa à Poesia e propõe-nos, em relação a esta temática do pecado, um novo paradigma que tem tanto de divergente como de desafiante. Em onze partes distintas o autor apresenta-nos o Homem como um ser com uma predisposição natural para o Amor. Um Amor por vezes egoísta, tantas vezes incompreendido, nem sempre correspondido e raramente vivido na sua plenitude. Mas ainda assim Amor.

Um Amor que parte da inocência, mas que, nas suas deambulações através da essência da realidade humana, tem a capacidade de nos arrastar Inferno adentro ou elevar-nos a um Paraíso que tem tanto de desejado como de efémero.

Ao folhear este livro o leitor será levado por uma viagem de um Herói poético, capaz de cometer todos os pecados apenas para não cometer o único verdadeiro pecado. Atreva-se a fazer esta viagem que tanto nos lança na incerteza existencial como nos liberta para vivermos a Vida e o Amor o melhor que pudermos e soubermos.

 

AUTOR

Alves dos Santos nasceu a 4 de Fevereiro de 1978, na cidade sul-africana de Johannesburg, mas fez-se gente em Machico, terra onde os descobridores portugueses da bela Ilha da Madeira primeiro firmaram pé.

Aí fez os primeiros anos de escola, sempre rodeado de livros – uma paixão que despertou bem cedo, em forma de leitura compulsiva. Mas deixou-se igualmente encantar pelas ciências exactas, tendo prosseguido os seus estudos nessa área na cidade do Funchal e posteriormente ingressado no curso de Engenharia Eletrotécnica no Instituto Superior Técnico, em Lisboa.

Foi sobretudo o choque com a saída precoce da sua Ilha e o confronto com a realidade, não raras vezes solitária, de uma metrópole como Lisboa que o fizeram passar da leitura para a escrita.

Alves dos Santos tem sido definido como um viajante da alma, um explorador dos enredos humanos e dos terrenos desconhecidos. Nas suas palavras encontramos a beleza de um âmago em efervescência, uma mescla de ar puro com aromas vulcânicos, mas sobretudo o retrato de um homem que vive em conluio com a descoberta, com a verdade e, acima de tudo, com a vida.

Tem várias participações em Antologias Poéticas e publicou em 2014 o seu primeiro livro a solo, intitulado Poemas de Amor e Outros Labirintos.

Copyright (C) 2017 Edições Vieira da Silva LDA. Todos os direitos reservados.

design by LAYOUT